Notícias

Eficiência energética - simples no conceito e complexa na aplicação

Novos caminhos - Rodoviarismo do PAC não faz sentido Prazo de retorno do investimento em rodovia na Amazônia é de 14 anos; em ferrovia, nove; e em hidrovia, três anos. A emissão de carbono em rodovia é oito vezes maior do que em hidrovia. É preciso 200 carretas para transportar a carga de seis barcaças. Por um estudo do Ilos, do ponto de vista econômico e ambiental, o rodoviarismo do PAC não faz sentido

Romaria da Terra e da Água: mãos à obra! Na análise do seminário pela terra e pelas águas do Maranhão, a luta é impar: é verdade que todo gigante tem pés de barro, mas mesmo assim é extremamente difícil enfrentá-lo

Escassez e uso sustentável na crise Impõe-se, sobretudo aos grandes setores usuários da água, uma reflexão sobre o modo como tem sido utilizado esse recurso finito

Expansão da energia trafega na contramão Embora seja um dos países com maior possibilidade de ter uma matriz energética relativamente limpa e renovável, o Brasil recorre à energia suja em seu Plano Decenal de Expansão de Energia

Almoços de graça saem caros Por Roberto Smeraldi*

Construção sustentável Por Paulo Safady Simão

Hidrelétricas expõem falta de política energética no Brasil Para Felipe Amaral não necessitamos de mais hidrelétricas. Necessitamos de eficiência energética. necessitamos de rios livres de barragens

Usina colonial: é Belo Monte Por Lúcio Flávio Pinto*

Hidrelétrica do Rio Madeira e os povos indígenas em isolamento voluntário Em Rondônia, movimento ambientalista e indígena vêm denunciando nas Audiências Públicas, na mídia e na FUNAI a situação gravíssima dos indígenas que ocupam as Estações Ecológicas Serra de Três Irmãos e Mujica Nava e a bacia dos rios Jaci Paraná e Candeias

| Anterior | 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | Próxima |