Menu
Receba novidades no seu email

Ações de Desenvolvimento Integral em três comunidades do Pantanal Sul

Coordenador: André Luiz Siqueira
Financiador: Fundação Telefônica

pantanal
Publicado em 1 de setembro de 2015 às 14:01 Compartilhar:

Apoiado pela Fundação Telefônica – Vivo, a Ecoa apresenta resultados já alcançados pelo projeto “Ações de desenvolvimento Integral em três comunidades do Pantanal Sul”, cujo objetivo é fortalecer a organização comunitária através das associações locais existentes nas regiões da Estrada Parque Pantanal (EPP) e Serra do Amolar.

Nesta iniciativa serão contempladas três comunidades, sendo elas Porto da Manga, Paraguai-Mirim e Barra do São Lourenço, distante respectivamente a 60 km, pela EPP, e 130 km e 170 km de barco pelo rio Paraguai da cidade de Corumbá (MS).

Resultados já alcançados:

- As associações comunitárias foram reestruturadas com novas eleições e registros em cartório e uma nova organização de mulheres coletoras de iscas está em discussão.

- Foram realizados 2 ações completas de atendimento de saúde integral, em parceria com a Universidade Federal de Mato Grosso do Sul e a Prefeitura de Corumbá.

- Está em andamento a estruturação de medidas de proteção frente a eventos climáticos extremos, inclusive com a preparação de um Plano específico.

As linhas de atuação do projeto visa promover o atendimento de saúde para as áreas de dermatologia, odontologia e de nutrição. Com foco principalmente na orientação de crianças e jovens, especialmente com a questão da gravidez precoce, além de capacitar comunidades e famílias ribeirinhas entre as regiões na perspectiva de desenvolvimento de novas habilidades gerais e específicas, dentre elas:

- Fortalecer a organização comunitária através das associações locais;

- Estruturar sistemas simples e ágeis de obtenção e disseminação de informações sobre previsão de chuvas, secas e queimadas para as comunidades – realizado em sinergia com outro projeto em execução.

 Vejam as principais notícias sobre o projeto

 

Equipe

André Luiz Siqueira – Coordenador Geral do Projeto

Karla Karina Rocha – Coordenadora da equipe de saúde

Luis Augusto Akasaki – Consultor de Comunicação

Patrícia Zerlotti – Voluntária da equipe saúde

Período de implementação: 2013

Sobre o financiador

Com o objetivo de prover muito mais que comunicação, mas também melhoria na qualidade de vida de crianças e jovens, a Telefônica criou, em 1998, a Fundação Telefônica, seu braço de investimento social nos países em que atua: Brasil, Espanha, Argentina, Chile, Colômbia, México, Peru e Venezuela.

Presente no Brasil desde março de 1999, a Fundação Telefônica já desenvolveu centenas de projetos sociais, que beneficiaram milhares de pessoas no País. A partir desses projetos, a Fundação estimula a educação e a defesa dos direitos de jovens e crianças por intermédio de tecnologias voltadas para a comunicação e informação.

A Fundação Telefônica investe, atualmente, em quatro programas principais: Pró-Menino, EducaRede, Voluntários Telefônica e Arte e Tecnologia. Através deles, atua em diversas linhas de projetos que envolvem desde a promoção do ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente) ao apoio a projetos culturais e de preservação da memória da telefonia brasileira.

 

Imagens das ações

Ação de Saúde – Serra do Amolar

Ação de saúde na região da Serra do Amolar, uma iniciativa do projeto “Ações de desenvolvimento Integral para três comunidades do Pantanal Sul”, executado pela ECOA com o apoio da Fundação Telefônica – Vivo.

 

Associação de Moradores da Barra do São Lourenço 

Reuniões de Associação de Moradores realizada na comunidade da Barra do São Lourenço através do projeto “Ações de desenvolvimento Integral para três comunidades do Pantanal Sul”, executado pela ECOA com o apoio da Fundação Telefônica – Vivo.

Compartilhar: