Menu
Receba novidades no seu email

Ceppec conquista terceira colocação na Maratona de Negócios Sociais

O evento foi promovido pelo Sebrae/MS e ocorreu de 7 a 10 de outubro, em Campo Grande

maratona-social-sebrae-4
Publicado em 19 de outubro de 2015 às 17:08 Compartilhar:

Apoiado pela Rede de Mulheres Produtoras do Cerrado e Pantanal, projeto desenvolvido pela Ecoa – Ecologia e Ação, o Centro de Produção, Pesquisa e Capacitação do Cerrado (Ceppec) conquistou o terceiro lugar na Maratona de Negócios Sociais promovida pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae/MS), realizada entre os dias 7 e 10 de outubro, em Campo Grande.

Com 10 anos de existência, o Ceppec promove o extrativismo, produção, beneficiamento e comercialização de frutos nativos do Cerrado, tais como: baru, jatobá, bocaiuva, jenipapo e pequi. Os integrantes do grupo apresentaram uma proposta de negócio social, que valoriza o ganho das comunidades e assentamentos, garantindo a sustentabilidade e a qualidade de vida.

De acordo com o Rosana Sampaio, uma das representantes do Ceppec durante na Maratona de Negócios Sociais, o evento proporcionou aos participantes uma visão mais ampla e sistemática da geração de lucros, dos ganhos coletivos no campo social e da organização dos trabalhos às comunidades e assentamentos, agregando ao extrativismo sustentável e na qualidade de vida das populações.

maratona-social-sebrae-5“Nós tivemos orientações e vamos buscar consultorias, conhecimento, capacitações e qualificar mais as pessoas para executarem melhor as coisas e, cada vez mais a gente possa sistematizar nossa cadeia produtiva e resolvermos nossos principais gargalos”, afirma Rosana.

Ela também ressalta que o empreendedorismo pode ajudar os agricultores familiares e membros de comunidades tradicionais a refletirem sobre suas práticas produtivas, promover a internalização e desenvolvimento social, além de avanços nas políticas públicas e no sistema produtivo aliadas as principais responsabilidades ambientais.

Ao todo, 37 ideias foram selecionadas para participar da Maratona e foram divididos em duas equipes: turma A, formada por empreendedores ainda sem experiência e com negócios na fase de ideia/protótipo; e turma B, que reuniu aqueles com experiência e negócios na fase de operação/startup. Também participaram do evento, a Associação dos Moradores da Comunidade de Maria Coelho que dedica suas atividades à coleta, processamento e venda de frutos nativos, juntamente com a Associação das Mulheres Artesãs da Barra do São Lourenço – Renascer, que produz acessórios e artesanatos com as fibras de aguapé.

Para o diretor presidente da Ecoa, André Luiz Siqueira, a iniciativa do Sebrae contribui para que esses grupos e seus projetos desenvolvam atividades empreendedoras, obtendo mais possibilidades de geração de renda e melhores condições em suas comunidades e associações.

“Oportunidades como esta são raras e as dificuldades que os grupos enfrentam para terem sucesso no desenvolvimento de seus negócios e atividades sociais são inúmeras. A Maratona Social, contribui para melhoria do nível organizacional dos pequenos negócios e proporciona uma grande evolução, trazendo a mentalidade e o comportamento empreendedor que são fundamentais para consolidação das atividades econômicas em regiões isoladas no Pantanal e Cerrado”, afirma André.

 

Vejam a galeria de imagens da Maratona de Negócios Sociais

Fotos: Afranio Pissini – Sebrae MS

 

 

 

Compartilhar: