Menu

Doce Sobrevida: jornalista escreve livro-reportagem sobre atividade apícola no Pantanal

Apicultura é alternativa de renda para famílias pantaneiras e ajuda na conservação dos ecossistemas

juliabeatriz
Publicado em 8 de agosto de 2017 às 14:24 Compartilhar:
Júlia Freitas com seu livro "Doce Sobrevida"

Júlia Freitas com seu livro “Doce Sobrevida”

A jovem jornalista Júlia Beatriz de Freitas escreveu um livro-reportagem sobre a introdução da atividade apícola no assentamento Taquaral, localizado no município de Corumbá, coração do Pantanal, como alternativa de renda, ecológica, para as famílias.

Diante ao declínio das abelhas em todo o mundo e o impacto negativo que isto causa a economia, regiões do Pantanal se mostram favoráveis à proteção dos polinizadores, principalmente devido ao baixo uso de agrotóxico.

Segundo a jornalista, “apesar do número ainda escasso de apicultores, a prática se mostra com grande potencial, excedendo em benefícios a venda do leite, já que o espaço agora conta com um entreposto e uma associação, a Associação dos Apicultores da Agricultura Familiar de Corumbá”.

O livro traz narrativas sobre histórias de alguns dos assentados e sua relação com a apicultura, como forma de resistência e sobrevivência dentro do assentamento. Para Júlia, “a atividade apícola também se mostra como essencial no combate ao uso intensivo de agrotóxicos, promovidos pelo agronegócio no estado”.

O livro está disponibilizado em PDF.

Compartilhar: