Menu

Lideranças em questões climáticas se reúnem em prévia da convenção da ONU, na capital

Do encontro vão sair propostas para serem compatibilizadas com o documento elaborado para o Congresso

AP/Osama Faisal
Publicado em 29 de outubro de 2015 às 13:54 Compartilhar:

No dia 11 de novembro, a partir das 14h, no plenário da Assembleia Legislativa de MS, ocorre o Evento Preparatório para Conferência das Partes da Convenção das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas – COP 21.

Focando parlamento e sociedade, do encontro vão sair propostas para serem compatibilizadas com o documento elaborado pela Comissão Mista de Mudanças Climáticas – CMMC do Congresso Nacional que será apresentado no encontro sobre mudanças climáticas globais a ser realizado pela 21ª Conferência das Partes da Convenção das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas – COP 21, que ocorre em dezembro na França.

eduardo-romeroCom o tema ‘Conversando sobre florestas, resíduos e água no estado do Mato Grosso do Sul, no contexto das mudanças climáticas – Rumo a COP 21’, encontro com os mesmos objetivos ocorreu em 29 de setembro com lideranças ambientais de todo País, no dia 29 de setembro, em Brasília. Depois disto, as agendas ocorrem em âmbito mais regionalizado, no caso no MS será no dia 11 de novembro.

O encontro do dia 11 é promovido pela Frente Parlamentar Ambientalista do Congresso Nacional (presidente deputado federal Sarney Filho) Frente Parlamentar Ambientalista do Mato Grosso do Sul (coordenador deputado estadual Junior Mochi), Coordenadoria na Região Centro-Oeste da Frente Parlamentar de Vereadores Ambientalistas (vereador Eduardo Romero), Fundação SOS Mata Atlântica (diretor Mário Mantovani), Comissões de Meio Ambiente e desenvolvimento Sustentável e de Legislação Participativa da Câmara dos Deputados.

Eduardo Romero (Rede Sustentabilidade) explica que podem participar do evento do dia 11 lideranças políticas e não políticas que possam colaborar com o preparatório. A intenção é apresentar uma agenda brasileira ambiciosa no que diz respeito à preservação ambiental e pactos climáticos.

Descarte de lixo eletrônico, lixões, aterros, água, mudanças climáticas e o impacto nas comunidades, são alguns dos temas que serão abordados no encontro.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Compartilhar: