Menu

SP estuda criar cursos em renováveis e eficiência energética

O curso técnico, com duração de três semestres, englobará temas como instalações elétricas, eficiência energética, energias renováveis, sistemas fotovoltaicos e solares térmicos.

sp
Publicado em 16 de dezembro de 2016 às 18:18 Compartilhar:

Via Segs

Técnicos da Secretaria de Energia e Mineração e professores do Centro Paula Souza estão trabalhando para implantar os primeiros cursos do Brasil, no sistema público de ensino, voltados para a formação de profissionais nas áreas de energia renovável e eficiência energética.

A proposta é implantar dois cursos. O primeiro será de Sistemas de Energias Renováveis e formará técnicos, de nível médio, em Escolas Técnicas Estaduais (Etecs). Já o outro curso será de nível superior tecnológico em Gestão de Energia/Eficiência Energética, oferecido em Faculdades de Tecnologia (Fatecs) do Estado, com foco na formação de gestores especializados na área.

“A geração distribuída está se popularizando rapidamente no Brasil e o governador Geraldo Alckmin vem incentivando esse setor no Estado de São Paulo. Isso fará com que a necessidade de profissionais altamente capacitados aumente cada vez mais. Com a retomada da economia, a geração local em indústrias, comércios e residências será cada vez maior, o que abrirá espaço para esse novo mercado, estimulando a geração de emprego e o aumento de renda da população”, explica o secretário de Energia e Mineração, João Carlos Meirelles.

O curso técnico, com duração de três semestres, englobará temas como instalações elétricas, eficiência energética, energias renováveis, sistemas fotovoltaicos e solares térmicos. Já o tecnólogo em Gestão de Energia estará apto a projetar, manter e gerenciar sistemas baseados em energias renováveis nas indústrias, comércios e residências. O profissional também estará apto a coordenar programas de uso racional de energia, indicar tecnologias e traçar estratégias para promover a eficiência energética.

“Os novos cursos também terão um papel estratégico na produção de pesquisas para atender às demandas tecnológicas do setor”, destaca a diretora-superintendente do Centro Paula Souza, Laura Laganá. A previsão é que as futuras modalidades sejam oferecidas a partir de 2018.

Sobre o Centro Paula Souza

O Centro Paula Souza é uma autarquia do Governo do Estado de São Paulo, vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (SDECTI). A instituição administra 220 Etecs e 66 Fatecs, reunindo cerca de 288 mil alunos em cursos técnicos de nível médio e superiores tecnológicos, em mais de 300 municípios.

As Etecs atendem 208 mil estudantes nos Ensinos Técnico, Médio e Técnico Integrado ao Médio, com 138 cursos técnicos para os setores industrial, agropecuário e de serviços, incluindo habilitações nas modalidades semipresencial, online, Educação de Jovens e Adultos (EJA) e especialização técnica.

Já nas Fatecs, cerca de 80 mil alunos estão matriculados em 72 cursos de graduação tecnológica, em diversas áreas, como Construção Civil, Mecânica, Informática, Tecnologia da Informação, Turismo, entre outras. Além da graduação, são oferecidos cursos de pós-graduação, atualização tecnológica e extensão.

Compartilhar: