Menu
Receba novidades no seu email

Fracking

Fracking ou fratura hidráulica

- Uma ameaça para o ambiente, para a água e para a população.

- Contamina e pode provocar abalos sísmicos.

fracking-diagrama-contaminacao

O fracking ou fratura hidráulica é uma técnica utilizada para extrair gás através do faturamento de rochas no subsolo a partir da injeção de grandes quantidades de água, areia e produtos químicos sob altíssima pressão. Os efeitos da técnica até agora são devastadores. Nos Estados Unidos – o país que mais avançou nesse processo nos últimos 10 anos – comprovadamente provocou a contaminação de aquíferos e deixou comunidades e fazendeiros sem água. Mas, os problemas não param por aí.

Em julho de 2013 estudo publicado na revista Science mostrou a conexão do fracking com abalos sísmicos. Entre 1972 e 2008 o serviço de levantamentos geológicos dos Estados Unidos (USGS) registrou poucos abalos por ano em regiões como, por exemplo, Oklahoma. Já em 2008 quando se inicia o uso do faturamento hidráulico, o numero registrado de abalos foi de cerca de 12 saltando em 2009 para quase 50 e ocorrendo mais de 1.000 em 2010, o que levou a população a denominar essa situação de “enxames de terremotos”. Isso está ocorrendo também em outros lugares onde não é comum a ocorrência de terremotos como Arkansas, Colorado, Ohio e Texas.

No Brasil a Agência Nacional de Petróleo (ANP) ofereceu em leilão em 2013 “blocos” nas bacias sedimentares de Parecis (Mato Grosso); Parnaíba (entre Maranhão e Piauí); Recôncavo (na Bahia); Paraná (entre Paraná e Mato Grosso do Sul) e São Francisco (entre Minas Gerais e Bahia). No total dos 19 blocos oferecidos pela ANP na Bacia do Paraná, apenas três não foram arrematados, resultado que é uma grande ameaça para o aquífero Guarani, pois este, em território brasileiro, distribui-se por quase toda a bacia do rio Paraná. Vários outros aquíferos estão também ameaçados. Agora em outubro de 2015, a ANP pretende leiloar mais 269 blocos no país.

A campanha de propaganda para convencer a população brasileira começou há tempos. Suas maiores promessas são a chegada da abundância energética com preços baixos, pois o país disporia de 500 milhões de pés cúbicos de reserva – maiores que o teoricamente existente no pré-sal.

Por todos os efeitos comprovados é fundamental que a fratura hidráulica seja proibida no Brasil, a exemplo do que já aconteceu em países como a França e a Bulgária. Nos Estados Unidos a reação na Câmara dos Deputados tramita o Projeto de Lei (PL) nº 6904/2013 do deputado Sarney Filho (PMDB/MA), o qual propõe moratória de cinco anos para exploração de gás através do fracking.

Alcides Faria, diretor da Ecoa, publicou uma carta em agosto de 2013, antes dos leilões de 2013 da ANP alertando para os problemas do fracking e tem vários textos sobre o assunto em seu blog.

Veja quem é contra o fracking: 

- Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência;

- Yoko Ono;

- Robert Redford;

- Mark Ruffalo;

Campanha Brasil:

http://world.350.org/fracking-brasil/

http://world.350.org/fracking-brasil/como-posso-me-engajar/